sábado, 28 de março de 2015

28 de Maio parece-me uma data apropriada...


...para a final da Taça da Liga!

Desde que o outro finalista seja o primeiro clube português a ser condecorado com a Medalha de Mérito Desportivo.

Serviria como homenagem aos idos de 1952 que já tinha sido uma homenagem aos seus ídolos de 1926. 

Recordemos:

28 de Maio de 1952 – Dia apoteótico na cidade e no clube. O Estádio das Antas, desenhado e construído pelos Arquitectos Oldemiro Carneiro e Aires de Sá e pelo Engenheiro Miguel Resende, inaugurado com pompa e circunstância. Fossem vivos Nicolau de Almeida e José Monteiro da Costa e a comoção revolveria a alma dos génios criadores das obras magníficas – os tais patrimónios afectivos. José Bacelar (Sócio n.º 1), Camilo Moniz (n.º 2) e Carlos Megre (n.º 3) hastearam as bandeiras nacional, da cidade e do clube que Simplício, num lampejo de inspiração, tão bem soube idear num emblema sublime.

Multidão nas bancadas (50.000), muita cor, muita emoção e a presença do "mais alto Magistrado da Nação".
omento histórico na vida do FC Porto. Além do Presidente da República, reconhecem-se o Presidente do FC Porto, Dr. Urgel Horta, e o Ministro da Educação Nacional. O porta-bandeira é o antigo internacional olímpico Waldemar Mota que inclina o estandarte em saudação respeitosa. Ladeavam-no os ex-atletas portistas João Lopes Martins e Mota Freitas.

Condecoração – No momento mais solene da inauguração, o Presidente da República, general Craveiro Lopes, colocou na bandeira do clube a Medalha de Mérito Desportivo, que não tinha, até então, sido concedida a nenhum outro clube português.

O jogo inaugural – Na inauguração das Antas (assim como, mais tarde, na inauguração da Luz), jogaram FC Porto e Benfica, então unidos por relações de amizade profunda, quase parecendo irmãos siameses, depois de alguns anos de insultos, agressões, vilanias. Era assim o futebol! É assim?

As duas equipas e o trio de arbitragem – O Benfica, convidado para o jogo inaugural, ganhou surpreendentemente por 8-2. Até o Douro chorou! Por escasso tempo. Muita água passaria por debaixo das pontes. E as Antas, estádio, estaria ali para as mais arrebatadoras vitórias do FC Porto.

No seu primeiro jogo nas Antas, o FC Porto alinhou com:
Barrigana (Graça), Virgílio, Alfredo Pais, Ângelo Carvalho, Pinto Vieira, Romão, Hernâni, António Araújo (Vital), Monteiro da Costa, José Maria e Carlos Vieira.
Arsénio apontou o primeiro golo no novo Estádio e o primeiro portista a fazer o gosto ao pé, nas Antas, foi Vital, o alcantarense que trocara o Atlético pelo FC Porto.

6 comentários:

  1. Nestas fotos nem o pintoshop funciona.

    ResponderEliminar
  2. Só faltou aí referir o despacho ministerial do Estado Novo a expropriar os terrenos das Antas para que o porto tomasse posse dos mesmos e dos 3000 contos que o ministro das obras públicas da altura concessou ao porto para que conseguisse construir o estádio das antas (o custo total da obra foi de 7500 contos)

    já agora no meio dessa multidão de 50000 pessoas estava lá um tipo asqueroso de seu nome pinto da costa. Coitado deve ter saído de lá em lágrimas depois de ter visto o Glorioso a humilhar o seu clube. É bom que nos lembremos disto, dos belos tempos em que não havia fruta no futebol português.

    ResponderEliminar
  3. Ainda falam de nós como clube do regime... Para esses trampolineiros aconselho a que façam uma pesquisa pois certamente encontrarão a verdade, não aquela verdade de troca de ano de fundação, pois isso está. bem documentado, mas sim o que realmente se passou sem filtros da comunicação social sempre a bajular o clube condenado por corrupção, aliás o lema destes destes dragouns é: ''A Roubar desde 1893''.Pois que lo sigan xupando que soi' 'ABC desde pequenino.''
    Estamos na final da Challenge em Vólei. Amanhã todos à. Portela, Portela essa que venceu em Montemor no K1 (canoagem.)
    Viva o Benfica, mas em toda a linha incluindo os maravilhosos adeptos.

    ResponderEliminar
  4. http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=939857

    pois, meus caros. o lopetegui já não falava em arbitragens há 9 dias. como daqui a 3 dias joga a meia final da taça da liga e depois volta o campeonato, há que voltar a pressionar as arbitragens vergonhosamente.

    mas o melhor da entrevista foi quando ele disse esta frase:

    "Não seremos campeões só por jogar bem."

    FUGIU-LHE A BOCA PARA A VERDADE... E JÁ PERCEBEU COMO É QUE SE GANHAM TÍTULOS NAQUELA CASA, DESDE 1982...

    ResponderEliminar

Caro(a) Benfiquista.
Aqui, no nosso blogue, a sua opinião é importante
Contribua para o debate livre.
Opine sobre o seu clube!