sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Voltaremos ao triplo pivot coxo?


Segundo rezam as previsões dos nossos junta-letras de serviço - e como me irrita eles acertarem sempre, rais'parta os gajos, pá, até parece que têm 'inside-information', na volta até têm... - com o regresso de Enzo Perez o Benfica vai apresentar-se em Setúbal com o fabuloso triplo pivot coxo. 

Um meio campo composto por Gaitan mais três médios de contenção em que dois deles jogam fora da posição. Para meter o Fejsa na equipa Jesus adianta Matic para o lugar de Enzo e Enzo para o lugar de Sulejmani/Cavaleiro/John/Markovic não pode dar bons resultados especialmente com a nossa defesa.

Qualquer treinador mediano - um degrau acima de um Paulo Fonseca, por exemplo - saberá como contornar esta inflação  de médios defensivos no nosso meio-campo. Se a ideia de Jesus for recuperar rapidamente a bola no meio campo adversário para os sufocar, basta ao Couceiro mandar os seus jogadores utilizarem a táctica do 'charuto para a frente' e colocar lá um gajo que se mexa. Desta forma são sempre perigosíssimos pois mesmo tendo 3 médios defensivos e 4 defesas a experiência diz-nos que um 'charuto para a frente' irá encontrar sozinho o único gajo que o adversário tem fora da sua defesa, isto porque o Luisão e o Garay são gajos demasiado importantes para marcarem em cima um 'choco frito' qualquer.

Posto isso deposito a minha esperança em que, o Jesus, o Raul José ou a aquela toupeira que vive no relvado do Seixal tenham dado informações erradas aos jornalista e que o Glorioso esteja a preparar-se para  jogar em Setúbal com o seu potente rolo compressor.







P.S. Pedimos desculpas ao nosso estimado publico por esta deriva 'freitaslobista' de andar aqui a discutir questões tácticas, não é nosso hábito mas às vezes... apetece!



12 comentários:

  1. Nesta, calado terias dito muito. ehehehe

    Abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu calado sou quase um Manuel Alegre, pá.

      Abraço

      Eliminar
  2. para malhar nos "passa fome" até só com 10 era obrigação

    ResponderEliminar
  3. Com o Feijão a titular o meio campo não funciona. A não ser que Jesus queira o empate.

    ResponderEliminar
  4. Porra, com tanta demonstração de "conhecimentos" deves estar a fazer-te ao lugar do Fonseca, o tal com grau abaixo da média. És um fartote, pá, vai à pesca do mexilhão.

    ResponderEliminar
  5. Carlos Alberto só uma sugestão :
    Já tenho saudades daqueles mini vídeos que punhas por aqui de vez em quando a balançar pra cima e pra baixo, que passou ?
    You're slacking off, lol .

    ResponderEliminar
  6. Quando entrou na equipa titular, disseram-se mil maravilhas do Fejsa, passando Matic para a posição que muitos iluminados disseram que era a posição natural e a melhor para o rapaz.

    Dois jogos depois, chegaram a conclusão, que os dois sérvios não se entendem, que Matic não rende a 8, e que Jesus só inventava! Joga-se então na posição de sempre, a táctica suicida de Jesus, com dois médios no meio campo... o risco novamente, que nunca iremos a lado nenhum com essa táctica. Jesus tenta então um 4-3-3 disfarçado de 4-2-2, e todos começam a invocar as melhorias, mas a criticar a mudança de Enzo para a ala, ele cuja posição natural era a de extremo, porque afinal de contas o homem é um talento nato a jogar no meio campo.

    Não sei porque, mas posso continuar a falar do que se tem passado no meio campo do Benfica, que vou chegar a conclusão que estou a contar a versão encarnada do conto do avó, do neto e do burro, onde o que eles fizessem, todas as pessoas criticavam! Eis o que nós somos: críticos por natureza! E nunca estamos bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os mesmos que diziam que Matic não seria nunca um 6 são exactamente os mesmos que criticavam o manobrismo da direcção ao valorizarem-no por 5M euros na tranferencia do David Luiz!
      É assim o conto da avó encarnado!

      Eliminar
    2. Descreveste bem toda a história de facto. Com adeptos destes não se vai a lado nenhum.

      Eliminar
    3. no fundo a única coisa que não muda é o facto de o jejum não ganhar corno nenhum

      Eliminar
  7. Há duas alternativas. Fejsa, Matic, Enzo e Matic, Enzo e Ruben Amorim ! Para mim a segunda é mais equilibrada, temos Matic como um trinco. Ruben como um 8 e Enzo como um 8,5 mais balançado para o ataque. Não à que inventar, Fejsa é bom, muito bom até nas tarefas defensivas, mas para 6 ainda temos melhor que é Matic. Logo Fejsa tem de esperar como esperou Matic quando estava Javi,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cornudo de um cabrao,porque nao te candidatas a treinador ja que sabes tanto

      Eliminar

Caro(a) Benfiquista.
Aqui, no nosso blogue, a sua opinião é importante
Contribua para o debate livre.
Opine sobre o seu clube!